Comitê Consultivo

Sergio Amaral


Presidente Emérito do CEBC, ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e ex-embaixador do Brasil em Washington

O embaixador Sergio Amaral nasceu em São Paulo, formou-se em Direito pela USP e concluiu a pós-graduação em Ciência Política (DESS) pela Universidade Paris-Sorbonne. Foi embaixador em Londres, Paris e Washington. Ao longo de sua carreira, foi negociador da dívida externa brasileira e ocupou altos postos na administração pública, entre os quais o de Secretário de Comunicação e Porta-Voz do presidente Fernando Henrique Cardoso. Foi também ministro de Estado da Indústria e do Comércio, e presidente dos Conselhos da CAMEX e do BNDES. No setor privado, presidiu o Conselho Empresarial Brasil-China e participou do Conselho Estratégico da FIESP. Integrou o Conselho da WWF Brasil, assim como das empresas francesas Total, Plastic Omnium e de várias empresas brasileiras. Sergio Amaral fala seis idiomas e recebeu inúmeras condecorações brasileiras e estrangeiras.

 

Luiz Fernando Furlan


Membro Honorário do CEBC e ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 

Membro dos Conselhos de Administração da Telefônica Brasil S.A. (Brasil), Telefónica S.A. (Espanha), BRF S.A. (Brasil).
É membro do Conselho Superior de Gestão em Saúde Pública do Estado de São Paulo (Brasil), Presidente do Conselho Deliberativo da SP Negócios (Brasil) – entidade de serviço social autônoma de direito privado, que é vinculada, por cooperação, à Secretaria Municipal da Fazenda da Cidade de São Paulo e é Chairman of the Board do LIDE – Grupo de Líderes Empresariais (Brasil). Anteriormente, foi Presidente do Conselho de Administração da Sadia S.A., de 1993 até 2002 e de 2008 até 2009, empresa em que exerceu inúmeros cargos executivos de 1976 até 1993. Atuou como Co-Presidente do conselho da BRF Brasil Foods S.A. de 2009 até 2011. Foi membro do conselho da Amil Participações S.A. (Brazil) de 2008 até 2013 e da  AGCO Corporation (EUA) de  2010 até 2017. Foi Ministro de Estado no Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior de 2003 a 2007. Foi presidente do Conselho de Administração da Fundação Amazonas Sustentável “FAS” (Brasil) de 2008 a 2016, instituição da qual tornou-se membro honorário. Atuou como Commissioner Member of the Global Ocean Commission (USA) – de 2013 a 2015. Graduado em Engenharia Química pela FEI em 1973 e em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração e Ciências Econômicas Santana em 1973.

 

Ivan Ramalho


Membro Honorário do CEBC e ex-secretário de Comércio Exterior de Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Ivan Ramalho atualmente é membro do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC). Foi Alto Representante Geral do Mercosul (2012-2015), Secretário-Executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (2006-2010 e 2015), no qual exerceu por muitas vezes a função de Ministro Interino e a Presidência do Conselho de Administração da Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), sendo titular nas Presidências do COFIG, Comitê de Financiamento e Seguro de Crédito das Exportações, do Conselho de Administração do BNDES e GECEX (Grupo Executivo da Camex). Foi Presidente da ABECE (Associação Brasileira de Empresas de Comércio Exterior – ABECE/TRADING) (2011-2012), Secretário de Comércio Exterior do MDIC (2003-2005) e anteriormente Diretor do DECEX (Departamento de Operações da SECEX). Foi também Chefe de Departamento da CACEX (Carteira de Comércio Exterior do Banco do Brasil), membro efetivo do Conselho de Administração do BNDES e da BNDES Participações, Coordenador do GT responsável pelo desenvolvimento e implantação do SISCOMEX (Sistema Integrado de Comércio Exterior), Presidente da Comissão Administradora responsável pela participação do Brasil nas Exposições Universais de Xangai (China) e Milão (Itália).

 

 

Jorge Arbache

 

Vice-presidente do Setor Privado do Banco de Desenvolvimento da América Latina – CAF

Vice-presidente do Setor Privado do Banco de Desenvolvimento da América Latina – CAF e professor de Economia da Universidade de Brasília. Arbache foi secretário de Assuntos Internacionais e Economista-Chefe do Ministério do Planejamento. Dentre os cargos anteriores incluem-se secretário executivo do Fundo de Investimento Brasil-China; assessor Econômico Sênior do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES; economista sênior do Banco Mundial; economista da Organização Internacional do Trabalho; membro de Conselho de Administração de empresas e bancos; e membro de Comitês Consultivos de instituições nacionais e internacionais das áreas de negócios, de representação e de conhecimento. Arbache é colunista do Jornal Valor Econômico e publica regularmente trabalhos acadêmicos sobre economia do desenvolvimento e assuntos relacionados.

Octavio de Barros

 

Sócio-fundador da Quantum4 – Soluções de Inovação

Vice-Presidente da Câmara de Comércio França-Brasil, membro do Conselho da FUNCEX, do Conselho do IRICE-Instituto de Relações Internacionais & Comércio Exterior e do Conselho Empresarial Brasil-China. Atua como membro dos Conselhos da Aliança Francesa, do IBMEC e da Robert Bosch Limitada. É sócio-fundador da Quantum4 – Soluções de Inovação, preside a OMRBarros Consultoria Econômica e é presidente do conselho do República do Amanhã no Brasil e do Institut République na França.

Renato Baumann

 

Coordenador de Cooperação Internacional e Investimentos, DINTE/IPEA

Doutor em Economia pela Universidade de Oxford; técnico de Pesquisa e Planejamento do IPEA desde 1975; professor do Departamento de Economia da Universidade de Brasília de 1983 a 2019; coordenador do Setor Externo do IPEA – 1988 a 1989; economista da CEPAL, outubro de 1989 a novembro de 2010; diretor do Escritório da CEPAL no Brasil de 1995 a 2010; assessor da Vice-Presidência (PREM) do Banco Mundial, de junho a novembro de 2010; diretor de Estudos, Relações Econômicas e Políticas Internacionais do IPEA, de dezembro de 2012 a julho de 2015; membro do Comitê Assessor da OCDE para Ciência, Tecnologia e Inovação em 2014 e 2015; secretário-adjunto de Assuntos Internacionais do Ministério de Planejamento, Desenvolvimento e Gestão de julho de 2016 a janeiro de 2019; subsecretário de Investimentos Externos da CAMEX, Ministério da Economia, de fevereiro de 2019 a janeiro de 2020 a março de 2020; coordenador de Cooperação Internacional e Investimentos, do IPEA, desde junho de 2020.

 
 
 

Marcos Jank

 

Professor Sênior de Agronegócio no INSPER e coordenador do centro Insper Agro Global 

Marcos Jank é professor sênior de agronegócio no INSPER e coordenador do centro Insper Agro Global. Ex-presidente da Aliança Agro Ásia-Brasil (Asia-Brazil Agro Alliance – ABAA), um projeto de representação institucional na Ásia patrocinado pela APEX, ABPA, ABIEC e UNICA. Foi presidente da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e fundador do ICONE, além de professor associado da Universidade de São Paulo, na FEA e ESALQ.
 

Reinaldo Ma

 

Advogado e Consultor

Reinaldo Ma é advogado/consultor com mais de 20 anos de experiência no mercado. Reinaldo ingressou no mercado na PETROBRAS – Petróleo Brasileiro S.A.; atuou no desenvolvimento do mercado de minério de ferro na China pela SAMARCO MINERAÇÃO S.A. baseado em Hong Kong (2002-2004); foi um dos primeiros colaboradores e atuou na fundação do CEBC – Conselho Empresarial Brasil-China (2004); trabalhou nos escritórios de Xangai (2006) e Hong Kong (2007) do escritório Simmons & Simmons; e foi advogado e sócio de renomadas bancas de advocacia brasileiras. No decorrer de sua carreira, Reinaldo assessorou inúmeras empresas brasileiras e chinesas com seus investimentos no eixo Brasil-China em setores como: aeronáutico, automotivo, bancário, construção, energia, energias renováveis, equipamentos, equipamentos pesados, estaleiros, pagamentos, petróleo e gás, tecnologia/internet, telecomunicações e saneamento.

 

Paulo Estivallet de Mesquita

 

Embaixador do Brasil na China 

Embaixador do Brasil na China desde dezembro de 2018. Diplomata de carreira, Estivallet foi representante permanente, adjunto, da Delegação do Brasil junto à Organização Mundial do Comércio (OMC) e de outras instituições multilaterais em Genebra (2003-2011). Em Brasília, foi assessor do ministro das Relações Exteriores, diretor do Departamento Econômico do Itamaraty e subsecretário-geral para América Latina e Caribe. Nessa condição, foi o coordenador nacional brasileiro no Mercosul, na União das Nações Sul-Americanas (Unasul) e na Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC). De 2016 a 2018, foi membro do Conselho Diretor da Itaipu Binacional.

Marcos Caramuru de Paiva

 

Ex-embaixador do Brasil na China 

Marcos Caramuru de Paiva foi embaixador do Brasil na China (2016-2018), é formado pela Academia Diplomática Brasileira e graduado em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Entre outras funções, foi cônsul-geral em Xangai (2008-2011), embaixador na Malásia (2004-2008), presidente do Conselho de Controle de Atividades financeiras (2003), vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda (1996-2002), e diretor executivo do Banco Mundial (1993-1996). É conselheiro consultivo Internacional do CEBRI e sócio e gestor da KEMU Consultoria.

Tatiana Rosito


Consultora Sênior do Novo Banco de Desenvolvimento em Xangai

Ex-representante chefe na China e ex-gerente geral de Desenvolvimento de Negócios na Ásia da Petrobras, Tatiana Rosito ocupa atualmente o cargo de consultora sênior do Novo Banco de Desenvolvimento em Xangai. Diplomata de carreira desde 1995, ocupou posições em diversos órgãos no Brasil e no exterior. Foi secretária-executiva da Câmara de Comércio Exterior da Presidência da República (CAMEX), em 2016-2017, e chefe da Assessoria Especial do Ministro da Fazenda e Assessora Especial do Ministro do Planejamento, em 2015-16. É mestre em Desenvolvimento Econômico Internacional pela Harvard Kennedy School e concluiu o mestrado-executivo em Administração de Empresas pelo INSEAD e a Universidade de Tsinghua. Anteriormente, no Ministério das Relações Exteriores, foi assessora do secretário-geral (2014), ministra-conselheira na Embaixada do Brasil em Pequim, responsável por temas econômicos e comerciais (2009-2014), e conselheira econômico-comercial na Embaixada do Brasil em Singapura (2006-2009). Como delegada do Brasil na Assembleia Geral das Nações Unidas, foi responsável por negociações relativas a desenvolvimento econômico e sistema financeiro internacional (2003-2004). Tatiana trabalhou na Presidência da República entre 1999 e 2002, como assessora do ministro-chefe da Casa Civil e representante na CAMEX, entre outras funções. Ela estudou Economia na Universidade Federal do Rio de Janeiro e na Universidade de Brasília.