Como o powershoring pode ampliar e sofisticar as relações econômicas entre Brasil e China?

Acesse a Publicação

A China passa por ajustes em sua estratégia de desenvolvimento, com a inclusão de novas ferramentas econômicas e maior foco em sustentabilidade – um cenário que abre oportunidades para o Brasil, ao mesmo tempo em que impõe a necessidade de um constante monitoramento dos novos rumos adotados pela liderança chinesa. Esta edição da Carta Brasil-China traz artigos inéditos que ajudam a ilustrar como o Brasil pode se beneficiar das mudanças em curso no país asiático.

CONTEÚDO DESTA EDIÇÃO

O Brasil e o mundo em perspectiva
Embaixador Luiz Augusto de Castro Neves, Presidente do CEBC

Moderação do crescimento não é a única razão para a falta de confiança na China
Fabiana D’Atri, economista da Bradesco Asset e Diretora de Economia do CEBC

Como o powershoring pode ampliar e sofisticar as relações econômicas entre Brasil e China?
Jorge Arbache, Vice-Presidente do Setor Privado do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Professor da Universidade de Brasília

Projeto chinês de Civilização Ecológica pode ajudar a transformação verde no Brasil
Niklas Weins, Professor Assistente da Xi’an Jiaotong-Liverpool University

Exportações brasileiras para a China e superávit comercial com o país batem recorde histórico com o ano ainda em curso
Camila Amigo, Analista Internacional do CEBC 

Artigos relacionados