Brasil desperdiça oportunidade no e-commerce da China e até açaí é vendido por empresa da Bélgica

Estado de S.paulo | Estudo do Conselho Empresarial Brasil-China mostra que empresas estrangeiras usam a marca do Brasil para oferecer produtos no e-commerce chinês, um mercado que movimenta US$ 2,3 trilhões e tem potencial de ser explorado por companhias brasileiras

Acesse a Publicação

Artigos relacionados