Assista: Perspectivas da Parceria Estratégica Brasil-China no Agronegócio

ASSISTA NA ÍNTEGRA

As exportações do Brasil para a China no setor agrícola triplicaram entre 2010 e 2020, atingindo US$ 34 bilhões. A crescente complementaridade entre os dois países oferece grande oportunidade de diversificação, que pode ser atendida pela boa reputação dos produtos brasileiros no mercado chinês e a escala da produção nacional.

O webinar promovido por CEBC, CEBRI e BRF no dia 6 de julho reuniu representantes dos governos, setor privado e academia para discutir as perspectivas da parceria estratégica bilateral no agronegócio. De acordo com os painelistas, uma cooperação bilateral mais ampla e o fortalecimento da comunicação e coordenação nos níveis governamentais e empresariais devem estar entre os primeiros passos para atingir objetivos mais concretos. O diálogo no campo da sustentabilidade, cada vez mais importante na transição para uma economia de baixo carbono, também pode criar oportunidades para investimentos em projetos em áreas como tecnologia, inovação e biocombustíveis.

Abertura:
Luiz Augusto de Castro Neves, Vice-Presidente Emérito do CEBRI e Presidente do Conselho Empresarial Brasil-China

Grazielle Parenti, Vice-Presidente global de Relações Institucionais, Reputação e Sustentabilidade da BRF

Moderação:
Cláudia Trevisan , Diretora Executiva do Conselho Empresarial Brasil-China (CEBC)

Palestrantes:

Paulo Estivallet de Mesquita, Embaixador do Brasil na China

Shao Yingjun, Ministra Conselheira de Assuntos Econômicos e Comerciais da Embaixada da China no Brasil

Luiz Tavares, Gerente executivo de Relações Institucionais da BRF

Tatiana Prazeres, Senior Fellow da University of International Business and Economics em Beijing