A resposta da China à ofensiva americana e a retomada pós-pandemia

Principais pontos do CEBC Webinar com Chen Long, cofundador da consultoria Plenum, e ex-economista da Gavekal Dragonomics. 

Uma das poucas economias a mostrar recuperação após os primeiros choques da pandemia, a China anunciou medidas com potencial de expandir sua integração com o mundo e neutralizar tentativas de Washington de isolar o país, com investimentos atuando como o principal motor de crescimento do PIB. O Brasil, até o momento, tem se beneficiado da disputa comercial entre EUA e China, com recordes de exportações do agronegócio, e tendência deve se manter, mesmo com um eventual entendimento entre Washington e Pequim. A questão do 5G é o ponto mais delicado na relação Brasil-China. 

Faça download da publicação

Artigos relacionados